Apresentação

O Programa em Pós-Graduação em Divulgação Científica e Cultural (PPG-DCC)  apresenta um vasto campo de pesquisa e criação, no qual a interdisciplinaridade se efetua como uma força que advém da complexidade dos próprios problemas que se colocam para a área.

Exige, portanto, de alunos e professores a invenção de novos objetos de investigação e novas abordagens metodológicas que passam, necessariamente, pelo diálogo entre diversas disciplinas e múltiplas formas de expressão de conhecimentos, culturas, tecnologias, artes e ciências.

São estes instigantes desafios que movimentam aulas, grupos e projetos de pesquisa, eventos e publicações deste programa.

Trata-se de um programa que pertence à Câmara Temática II: Sociais & Humanidades da Área Interdisciplinar - criado em 2007, somente com Mestrado, cuja primeira turma iniciou suas atividades em 2008 - e que nasce de uma parceria entre o Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) e o Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo, do Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade (Labjor/Nudecri), ambos da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Desde sua criação, o PPG-DCC conta com a participação de docentes de oito outras unidades da universidade o que o torna um espaço-tempo plural e rico em diversidades de formações, bem como linhas teórico-metodológicas.

Além do IEL e Labjor-Nudecri estão envolvidas no PPG-DCC: o Laboratório de Estudos Urbanos (Labeurb/Nudecri); o Departamento de Política Científica e Tecnológica (DPCT), do Instituto de Geociências (IG); o Departamento de Multimeios (DMM), do Instituto de Artes (IA); o grupo Olho - Laboratório de Estudos Audiovisuais, da Faculdade de Educação (FE); o Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH); o Instituto de Física "Gleb Wataghin (IFGW); a Faculdade de Ciências Médicas (FCM); e a Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA).

A criação do mestrado surge da experiência do Labjor-Nudecri com o Curso de Especialização em Jornalismo Científico, que é oferecido desde 1999, em parceria com DPCT-IG e o DMM-IA. O curso é gratuito e destina-se à formação de jornalistas científicos, divulgadores da ciência e assessores de comunicação de universidades e de institutos de pesquisas. Dura um ano e meio e é oferecido a cada dois anos.

O Mestrado em Divulgação Científica e Cultural tem como objetivo formar um profissional híbrido, que trabalhe com a idéia do sistema global de C&T e, ao mesmo tempo, que tenha uma formação cultural suficiente para produzir análises críticas e reflexivas dos objetos, sejam eles os avanços da C&T, os modos em que se dá a própria divulgação científica em nossa sociedade, ou os eventos artísticos e culturais da atualidade.

Busca-se capacitar pesquisadores e jornalistas que possam se dedicar ao estudo mais aprofundado da divulgação científica e cultural, a partir de diversos enfoques, buscando sempre a sua interconexão. Não pretendemos incorrer no erro de analisar uma divulgação acrítica e fragmentada dos resultados da ciência e da cultura, nem tampouco do processo de sua produção, incluindo aí as diferentes etapas, as dificuldades e as motivações sociais. Pretendemos formar um profissional com competência para discutir em profundidade a questão do jornalismo científico e cultural em nosso país, e realizar pesquisas específicas na área, de modo a colaborar para uma reflexão crítica a respeito do modo como esta importante área do conhecimento vem sendo aplicada no Brasil.

O MDCC pretende contribuir para que os estudantes sejam capazes de compreender a função social da ciência e da cultura do país, para que haja uma divulgação mais eficiente de sua produção. Pretende também, através da mídia, propiciar uma avaliação crítica da política de C&T no país, e da divulgação cultural de mercado. Espera-se ainda municiá-los com uma base sólida nas discussões atuais sobre divulgação científico-cultural. Com base na convergência das experiências de cientistas, jornalistas e críticos espera-se possibilitar aos acadêmicos uma perspectiva relevante e criativa de divulgação de seu trabalho e ao jornalista a chance de trabalhar adequadamente as complexas questões da ciência e da cultura.

Em paralelo à formação de seus alunos, o MDCC pretende-se um espaço de construção análises, estudos, pesquisas e intervenções no ambiente de produção de ciência e tecnologia, buscando interligar diferentes conhecimentos e saberes na produção de reflexões críticas sobre os impactos e efeitos do desenvolvimento tecnológico. Assim, pretende que sua produção acadêmica possa ser útil a formuladores de políticas públicas em alguma medida relacionadas à ciência e tecnologia.

Pretende-se que o egresso seja capaz de:

- Estudar e discutir a questão da Divulgação Científica e Cultural.

- Democratizar o conhecimento científico e cultural;

- Discutir criticamente a política científica e cultural do país;

- Contribuir para a divulgação da produção científica e cultural das áreas periféricas;

- Reduzir a distância entre os criadores do conhecimento e a opinião pública;

- Estabelecer a relação da produção científica e cultural com a vida cotidiana e as suas relações com a sociedade de um modo geral;

- Possibilitar a compreensão dos fenômenos da ciência e da cultura;

- Conciliar o rigor científico e crítico com a linguagem jornalística;

- Conscientizar os cientistas e críticos de cultura para a divulgação de sua produção;

- Contribuir para uma reflexão crítica sobre o conhecimento científico-cultural produzido no país.

O conjunto das disciplinas do MDCC propõe conexões entre ciências, tecnologias, linguagens, artes e culturas. O programa tem um Componente Obrigatório, composto por uma carga mínima de duas (02) disciplinas relacionadas aos conceitos centrais deste programa multidisciplinar, e um Componente Eletivo composto de duas (02) duas disciplinas dentre um elenco de disciplinas a serem oferecidas, ou, de acordo com sugestão do orientador, o aluno poderá cursar outras disciplinas oferecidas pela Unicamp adequadas ao seu campo específico de pesquisa.

As linhas de pesquisa a que os alunos do programa se ligam dividem-se em:

*Cultura científica

*Literatura, artes e comunicação

*Informação, comunicação, tecnologia e sociedade

*Percepção Pública da Ciência e Tecnologia

. Rua Sérgio Buarque de Holanda, no 571
Campinas - SP - Brasil
CEP 13083-859
Telefone: 55-19-3521.1502

...